ANTÚRIO BROWNI

NOME CIENTÍFICO: Anthurium brownii DESCRIÇÃO: Hastes longas, projetando as folhas brilhantes, retorcidas e alongadas, em formato decoração. Textura firme, nervuras amareladas. Floração roxa e fina, característica deste gênero botânico, sem grande apelo ornamental. Originária da América Central, gosta de ambientes sombreados, solos drenados e ricos em matéria orgânica. CURIOSIDADE: “Antúrio não é filodendro, antúrio é chato de fazer.”É […]

Saiba mais

BRINCO DE ÍNDIO ou SIRARICITO

NOME CIENTÍFICO: Cojoba sophorocarpa DESCRIÇÃO: Se você quer uma boa sombra, precisa de uma árvore de copa bem frondosa como a da Cojoba sophorocarpa, conhecida popularmente como Brinco de Índio porque seus frutos são vagens que lembram um lindo brinco vermelho, longo e com detalhes em preto, que são as sementes. Também é bastante conhecida como Siraricito. Já […]

Saiba mais

CLUSIA

NOME CIENTÍFICO: Clusia fluminensis DESCRIÇÃO: Uma arvoreta que pode ser podada e cultivada como arbusto, formando lindas cercas vivas, de folhas grossas e brilhantes, em formato de gota e de crescimento rápido.Entre a primavera e verão nos presenteia com lindas e delicadas flores brancas que atraem abelhas e pássaros.É brasileiríssima, nativa do litoral do Rio de Janeiro e […]

Saiba mais

DAMA DA NOITE ou CACTO ORQUÍDEA

NOME CIENTÍFICO: Epiphyllum oxipetalum DESCRIÇÃO: Cactácea nativa da América Central, que pode atingir mais de 3 m de altura. É uma planta epífita, muito ramificada e com raízes aéreas, sendo a espécie mais comum dentre as variedades de Epiphyllum.Existe ainda outra espécie  com o nome popular de Dama da Noite, porém pertencente à outra família e gênero. CURIOSIDADE: Cada flor, branca, com cerca de […]

Saiba mais

DORMIDEIRA, SENSITIVA, DORME-DORME ou NÃO ME TOQUES

NOME CIENTÍFICO: Mimosa pudica DESCRIÇÃO: Olá… meu nome é Mimosa pudica mas você deve me conhecer por Dormideira, Sensitiva, Dorme-Dorme ou Não me Toques. Sou da família Fabaceae, a mesma das leguminosas que produzem frutos em vagens como o feijão e a ervilha. CURIOSIDADE: Sabe por que fecho minhas folhas ao ser tocada? Por puro instinto de autoproteção, uma defesa natural […]

Saiba mais

ESCOVA DE GARRAFA

NOME CIENTÍFICO:  Callistemon spp DESCRIÇÃO: Algumas plantas tem o nome popular tão característico que nem precisam de explicação, não é mesmo?É o caso da Escova de Garrafa… Quem nunca se encantou com essa arvoreta, originária da Oceania, que alcança até 7 metros de altura, deve ficar atento às ruas da cidade em qualquer época do ano mas principalmente […]

Saiba mais

ESPIRRADEIRA

NOME CIENTÍFICO: Nerium oleander DESCRIÇÃO: Sou um arbusto encantador, originário da  Europa e Mediterrâneo, posso atingir 5 metros de altura, com flores brancas, rosas ou vermelhas, dobradas ou simples, que surgem de Setembro a Março.Também posso ser conduzido como arvoreta através de podas adequadas. CURIOSIDADE: Você sabe que sou tão belo quanto perigoso?Sou considerado como uma das plantas mais […]

Saiba mais

GLORIOSA, GARRAS DE TIGRE, LIRIO TREPADEIRA

NOME CIENTÍFICO: Gloriosa rothschildiana DESCRIÇÃO: É uma planta espetacular que pertence à mesma família dos Lírios. É muito resistente e de crescimento rápido, podendo atingir até 2 metros de altura.Na extremidade das folhas apresenta gavinhas, que se prendem facilmente à estruturas que a conduzam mas também podem ser plantadas em vasos.Florescem entre a primavera e verão mas no […]

Saiba mais

IPÊ AMARELO ou IPÊ AMARELO CASCUDO

NOME CIENTÍFICO: Handroanthus chrysotrichus DESCRIÇÃO: O Ipê-amarelo é uma árvore de pequeno a médio porte não ultrapassando os 10 metros de altura total. Excelente opção para o paisagismo, as suas raízes não são agressivas, eles não ocupam grandes espaços nos jardins residenciais e proporcionam um lindo efeito visual. CURIOSIDADE: O nome Ipê se origina da língua indígena que significa […]

Saiba mais

IPÊ BRANCO

NOME CIENTÍFICO:  Tabebuia roseoalba ou Hodroanthus roseoalbus DESCRIÇÃO: Além de ter esse ótimo apelo para ser usado no paisagismo, vale destacar que suas raízes não são agressivas e que o seu porte mediano também favorece o seu amplo uso.Podendo ser aproveitado para ornamentar uma grande variedade de jardins, seja ele residencial, comercial, industrial, parques, etc…Vale também lembrar que […]

Saiba mais

MANACÁ DA SERRA

NOME CIENTÍFICO:  Tibouchina mutabilis DESCRIÇÃO: Árvore nativa do Brasil, excelente para o paisagismo urbano pois suas raízes não são agressivas e apresenta crescimento rápido, chegando a 12 m de altura. Há ainda uma variedade anã que atinge cerca de 3 m de altura. Sua floração ocorre na primavera e verão com flores que nascem brancas e e gradativamente passam […]

Saiba mais

PAU-BRASIL ou PAU-PERNAMBUCANO ou IBIRAPITANGA

NOME CIENTÍFICO:  Paubrasilia echinata DESCRIÇÃO: Árvore de copa densa e folhagem lisa e brilhante.  CURIOSIDADE: Os índios chamavam o Pau-brasil de Ibirapitanga “madeira vermelha” que era usada além da tinta que tingia de vermelho os trajes nobres também na construção civil e naval. Ainda é considerada uma das melhores madeiras pra confecção de arco de violino.Recentemente o Pau-brasil ganhou […]

Saiba mais