Continuando a narração da visita técnica a viveiros no Rio de Janeiro organizada pelo portal Papo de Paisagista e o Grupo Plantação Local, depois de um almoço de confraternização regado a violão e canto seguimos para o sítio do João Márcio Mello, outro dos vários produtores de Guaratiba representados pelo Grupo Plantação Local. Formado em Biologia, João Márcio nutre especial paixão por Bromélias, uma das suas especialidades. Produz também Tillandsias, Sansevierias, Filodendros de vários tipos, entre outras espécies – todas elas comercializadas através do Grupo Plantação Local (www.plantacaolocal.com.br). O biólogo cuida pessoalmente da nutrição e reprodução de todas as plantas. Foi paisagista por muitos anos e, junto com amigos botânicos e paisagistas, fundou a Sociedade Brasileira de Bromélias.

O biólogo e produtor João Márcio Mello. Foto: http://www.plantacaolocal.com.br

O sítio tem aproximadamente 20.000 m2 e os jardins são de uma beleza incrível –  poderiam facilmente figurar em uma lista de jardins abertos à visitação pública. Assim, nosso prazer foi duplo – visita técnica e turística.

Dando início à visita, João Márcio nos deu o histórico do lugar e do seu processo produtivo:

Foto: Lilian Casagrande

Em primeiro lugar, fomos visitar as estufas das bromélias, onde tivemos uma verdadeira aula sobre o seu cultivo.

Em seguida, visitamos outras estufas, percorrendo também áreas abertas com plantações de diversas plantas:

O grand finale foi na estufa de Tillandsias:

Ao final da visita, um entardecer lindo, nos sentamos no gramado, enquanto Juliana Freitas e Chris Lara, coordenadoras do Papo de Paisagista, agradeceram a João Márcio, Plantação Local e Flavia Nunes pela oportunidade oferecida e pelo atendimento incrível que tivemos. Juliana sugeriu que, juntos, fizéssemos um minuto de silêncio em reverência a tudo o que tínhamos vivenciado nesse dia perfeito e àquela paisagem sublime à nossa volta sob a luz do entardecer. Foi um momento especial, de muita paz, em meio a todo aquele verde…

Ninguém imaginaria que, minutos depois de momento tão ‘zen’, o grupo se jogasse com todas as forças na disputa por uma bromélia especialíssima doada por João Márcio para sorteio, que foi atirada ao ar pela Juliana, como buquê em festa de casamento… Voaram uns em cima dos outros, literalmente, e foi a cena mais cômica possível, especialmente considerando que aconteceu em seguida a um momento de profunda introspecção e sinergia entre todos e com o cosmos… rsrs

Depois disso, só um happy hour para acalmar os ânimos e arrematar dois dias de muito aprendizado, camaradagem, empolgação e alegria.



Compartilhe este conteúdo com seus amigos:

Artigos Relacionados

0 comentários sobre “Papo de Paisagista no País das Maravilhas – Parte II: Sítio de João Márcio Mello, por Vitoria Davies

Deixe aqui seu comentário!