Reconexão com a natureza – por Fernanda Pereira de Almeida

Estive pensando em que tema falaria, e vou começar uma série de postagens sobre viagens que fiz e que me enriqueceram como profissional.

Para mim viajar é uma das melhores coisas da vida, momentos em que podemos parar, pensar, vivenciar e aprender muito com outras culturas, paisagens, sabores, cheiros. Estive na Califórnia agora em julho e pude realizar um dos meus maiores sonhos que foi ver as SEQUOIAS!

Fui ao MARIPOSA GROVE em Yosemite e ao entrar no parque, senti uma emoção enorme ao ver pela primeira vez uma Sequoia, me senti tão pequenina diante da imensidão e da força da natureza que uma sequoia transmite, que privilégio poder ver as sequoias gigantes milenares e estar naquele santuário com um dos seres vivos mais antigos da face da terra! Nesse parque a sequoia mais antiga tem 1.600 anos!

Sequoia com 70 metros de altura – Foto: arquivo pessoal

Estar com árvores milenares a sua volta, de uma altura gigantesca nos remete ao quanto somos impotentes diante da natureza e também o quanto somos responsáveis por ela. Me senti tão reconectada com a natureza e com minha essência.

Foto: Arquivo pessoal

As Sequoias são bem protegidas e muito bem cuidadas pelo parque nacional de YOSEMITE, mas não estão desconectadas do resto do mundo e suas transformações. As famílias das chamadas sequoias Red Wood dominavam as florestas do hemisfério norte há milhões de anos atrás, mas hoje estão presentes em apenas 03 partes do globo terrestre e vulneráveis às mudanças climáticas provocadas pelo homem, comprometendo sua sobrevivência e sua reprodução. E pensar que as sequoias estiveram presentes em vários locais do planeta em florestas majestosas e inimagináveis! Como destruímos nosso planeta!

Existem estudos e equipes nos EUA, fazendo clonagens das sequoias e replantando milhares delas, pois acreditam que as sequoias possam arrefecer o clima do planeta, por conseguirem sobreviver a queimadas, e há tantos anos, o único problema é que seu crescimento é lento demais comparado à velocidade da alteração climática que o planeta vem sofrendo.

Tudo isso me faz pensar e sentir responsável pelo meu trabalho e o que podemos devolver ao nosso planeta com pequenas ações e atitudes!

Como nosso trabalho de paisagistas é importante para educar e preservar nossos biomas! Fica a reflexão!

Até o próximo post!

Deixe uma resposta