A veia verde e empreendedora – por Chris Lara

Que todo paisagista tem um sangue verde, isso a gente já sabe. Mas será que todos têm também em suas veias o sangue empreendedor?

Os empreendedores são comumente identificados como pessoas que carregam alguns traços de personalidade, hábitos e pensamentos característicos. Nessa lista costumam aparecer aspectos como:

Coragem: Que no mundo dos negócios também pode ser interpretado como gostar de correr riscos calculados. Ou seja, é preciso estar disposto a assumir riscos moderados e responder por eles, baseando-se sempre em planejamento.

Inquietação: A mente criativa, que busca novas soluções, não é uma mente acomodada. Este perfil gosta de aprender e criar coisas diferentes. A inquietação vale também para a forma como percebe o mercado, sempre em movimento, e se prepara para oferecer novos produtos e serviços.

Persistência: Nem sempre a primeira ideia vai dar certo. Muitos dos empresários de sucesso hoje já fecharam empresas um dia. Por isso, faz parte do mindset empreendedor desenvolver a habilidade de enfrentar obstáculos e buscar alternativas diferentes para alcanças suas metas. Quanto mais claro for seu propósito e objetivo final, mais natural vai ser o processo de seleção de ideias.

Gostam de se conectar: A grande maioria dos empreendedores de sucesso não são bem-sucedidos sozinhos. Eles constroem estratégias para conseguir apoio para seus projetos e buscam se relacionar com pessoas chave para seus objetivos.

Porque cultivar o seu lado empreendedor

Parte do desafio de criar um negócio sólido passa pela evolução constante. Desenvolver novas habilidades e competências é uma forma de assumir o papel de liderança da sua carreira.

Esse é um convite para você cultivar o seu lado empreendedor. Se ele estiver adormecido, oxigene e adube o terreno, introduza novas sementes e deixe florescer.

One thought on “A veia verde e empreendedora – por Chris Lara

  1. Muito bom o texto! 😃👏🏽
    Penso que no início da carreira achamos que nós paisagistas precisamos entender apenas de plantas e deixamos de escanteio nosso lado empreendedor. Porém com o passar do tempo percebemos que o empreendedorismo é fundamental também para nossa profissão e precisamos sempre estar cultivando essa habilidade.

Deixe uma resposta