Honorários de Projeto de Paisagismo – por João Jadão

Tema bastante polêmico em qualquer “papo de paisagista”, honorários de projeto desperta interesse e também aflora opiniões, paixões e confusões por parte do mercado, que nem sempre entende a necessidade da contratação de um projeto (clientes pessoas físicas principalmente).

É preciso esclarecer ao cliente a complexidade das atividades desenvolvidas na elaboração de um projeto, deixando claro suas etapas (Estudo Preliminar, Ante Projeto, Projeto Executivo, Projeto de Plantio, Projetos Complementares, etc.) e de que forma serão apresentadas. 

A formação dos honorários deve considerar a abrangência do projeto, custos diretos e indiretos, encargos sociais, regionalismo, expertise profissional, dentre outros fatores e justamente por isso, diferem a cada caso.

Alguns Conselhos e Associações profissionais tem suas tabelas, que por vezes apontam valores completamente fora da realidade, e por isso devem ser encaradas como um parâmetro na negociação cliente x profissional.

O importante é VALORIZARMOS SEMPRE NOSSA PROFISSÃO, não deixando de cobrar pela elaboração de um projeto de paisagismo, independente da fase de nossa carreira.

A valorização profissional começa por NÓS ! Bons projetos a todos !

Deixe uma resposta